Arquivos DevOps | Liga Ágil

Como práticas DevOps têm otimizado os procedimentos da Toro Investimentos

Uma das palestras que rolou na última edição do Agile Leaders Meeting contou com Paulo Mariano, da Toro Investimentos, que trouxe em seu painel os ganhos e benefícios após a implantação das práticas DevOps na companhia.

Práticas DevOps - Paulo Mariano

Para abrir a sua palestra, Paulo trouxe aos participantes conceitos sobre o que são e como aplicar as práticas DevOps dentro de uma organização.

Afinal, o conteúdo não seria tão transformador se o público do evento não compreendesse o seu devido valor e como essa prática funcionaria dentro de uma corporação.         

Ao apresentar a metodologia, ele conceituou o termo DevOps como uma descrição de conjunto de práticas que integram equipes. Sejam elas de desenvolvimento de softwares, operações (infraestrutura ou sysadmin) ou de apoio envolvidas (controle de qualidade, por exemplo).

Durante seu discurso, os participantes puderam ter uma noção concisa sobre os pilares da metodologia DevOps, conhecido como CALMS.

Em outras palavras, com esses pilares podemos tratar o relacionamento interpessoal das equipes (Culture), automatizar todos os processos e tudo que for possível (Automations). Podemos também identificar os gargalos que devem ser corrigidos (Lean), mensurar o seu ambiente e gerar feedback (Measurement). Além disso, podemos compartilhar todo conhecimento com a equipe (Sharing).

No decorrer da implantação da cultura DevOps, Paulo conta que muitos gargalos foram identificados. Diversos processos eram executados de forma manual, baixa escalabilidade horizontal e alto acoplamento entre os sistemas. Todos os fluxos de trabalho estavam  indefinidos, o pacote da aplicação era gerado na máquina do desenvolvedor e anexado ao TFS ou e-mail antes de ser homologado.

Os processos implicavam em constantes rollbacks, além de desenvolvedores mais dedicados à resolução de problemas de deploys, ou seja, contratempos que influenciavam negativamente no desempenho da equipe.             

Para colocar em prática esses conceitos, equipes multidisciplinares foram criadas, permitindo maior autonomia. Sendo assim, qualquer colaborador poderia trabalhar nas aplicações. Além disso, também foi criado um fluxo de trabalho padronizado para esses times.

A automatização de alguns processos diários como os deploys não só contribuiu para padronização desse processo, mas também reduziu a taxa de rollback introduzindo qualidade em todo fluxo de desenvolvimento e o crescimento da quantidade de deploys semanais.           

Portanto, através da experiência aplicando as metodologias dentro da Toro investimentos é nítido que a Cultura e o Mindset são essenciais para que a tecnologia traga resultados reais para as empresas.

Você pode assistir a palestras como essa na próxima edição do Agile Leaders Meeting. As inscrições estão abertas, garanta sua vaga!

Um Roadmap de Implementação DevSecOps

DevOps não é um tema novo. Os desafios para a implementação também não. Porém, os ganhos que obtemos com uma implementação valem o esforço. Os ganhos são ainda maiores quando incluímos todas as competências de um modelo de alto nível para um processo realmente DevOps. 


DevOps não se trata apenas de tecnologia e ferramentas de automação. 
DevOps é uma mentalidade cultural que valoriza a melhoria contínua, com foco em processos e práticas que permitem que equipes multifuncionais forneçam software de qualidade com eficiência e rapidez.
É uma forma totalmente nova de pensar a cadeia de valor. Neste cenário, o cliente está na mesma mesa e software e infra se convergem a cada dia para se tornarem algo único. Não dá pra pensar o software sem infra, o DEV sem o OPS.

Adicionamos a esse novo cenário os processos de segurança que também estão deixando de ser opcionais e se tornando componente obrigatório, por isso o DevOps passa a ser DevSecOps. 

Separamos aqui 37 competências de uma estratégia DevOps Agil e um Roadmap de implementação orientado por estas competências, que são agrupadas em 4 pilares:

  • CULTURA: Alinhamento organizacional, liderança eficiente, aprendizado contínuo.
  • PESSOAS: Mais colaboração, compartilhamento de objetivos e metas, foco na melhoria contínua
  • PROCESSOS: Eliminar desperdícios, aumentar a eficiência, agilizar feedback
  • FERRAMENTAS: Realçar produtividade, habilitar colaboração, facilitar a experimentação.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS?

  • Respostas mais rápidas ao Time to Market e a capacidade de inovar
  • Soluções de alta qualidade através da automação
  • Maximizar o investimento em TI com ROI mais rápido
  • Maior satisfação do cliente por meio de feedback contínuo
  • Maior engajamento dos funcionários, permitindo maior impacto no cliente

O DevOps está possibilitando a próxima geração de software ágil, promovendo uma cultura que enfatiza as pessoas, processos e práticas para maximizar a velocidade, a eficiência e a qualidade da entrega de software com uma mentalidade de primeiro cliente.

A Estratégia de implementação do DevOps é uma estrutura que fornece um plano acionável para ajudar as organizações a navegar com êxito em sua jornada de DevOps. 

MEDIÇÃO E DEVOPS IMPROVEMENT

O DevOps Health Radar permite que as equipes avaliem continuamente como estão progredindo com os principais recursos e competências DevOps e refinem continuamente seu plano de implementação e sustentação. Cada uma das 37 competências são exploradas e medidas para uma estratégia de melhoria contínua.

Inscreva-se para o evento Agile Leaders Meeting, o Fernando Campos da Flytour irá palestrar sobre esse tema dia 28 de Maio.

Confira a agenda dos nossos treinamentos