O mundo muda e o propósito dos papéis na organização segue o mesmo? – Liga Ágil

O mundo muda e o propósito dos papéis na organização segue o mesmo?

Por: 12 de maio de 2021 3Min de leitura

O mercado está mudando e percorre um sorrateiro caminho dentre as diversas estratégias das organizações. Escorre por entre os dedos a tentativa de manter rígidas estruturas diante do mundo que:

Para novas necessidades, novas responsabilidades.

Com o intuito de atender essas necessidades, é cada vez mais comum a presença no mercado dos papéis como Product Owner, Scrum Master, UX, Arquiteto DevOps e Agile Coach. Todas com o propósito de cooperar para que as organizações se mantenham competitivas neste mundo em constante mudança, e que consigam combinar a velocidade de resposta com a adaptabilidade assertiva para promover a transformação ágil.

Barry Overeem, no artigo “As 8 instâncias de um Scrum Master”, descreve suas experiências e descobertas que esse papel atua, tais como:

  • Um Líder-Servidor (Servant Leader) possui o foco nas necessidades dos membros do time e das pessoas para quem eles fornecem valor (o cliente). Seu o objetivo é alcançar resultados alinhados com os valores da organização, princípios e objetivos de negócios.
  • Um Facilitador (Facilitator) define um estágio e fornece limites claros nos quais o time pode colaborar.
  • Um Treinador (Coach) treina o indivíduo com foco na mentalidade e no comportamento; o time na melhoria contínua; e a organização para que realmente colabore com o Time Scrum.
  • Um Gerente (Manager) é responsável por gerenciar os impedimentos. Busca eliminar o desperdício, com gerenciamento de processo, saúde do time, fronteiras da auto-organização e também da administração da cultura.
  • Um Mentor (Mentor) transfere os conhecimentos do Ágil e suas experiências para o time.
  • Um Professor (Teacher) garante que o Scrum e outros métodos relevantes sejam compreendidos e difundidos.
  • Um Removedor de Impedimentos (Impediment Remover) resolve problemas de bloqueio ao progresso do time, e leva em consideração os recursos de auto-organização do Time de Desenvolvimento.
  • Um Agente de Mudanças (Change Agent) cria uma cultura na qual os Times Scrum possam florescer.

 

A Liga Ágil possui o CoC – Centro de Competência – que oferece a alocação desses profissionais para a sua organização, com diferencial de estarem alinhados com as melhores práticas, fornecendo soluções aderentes à sua realidade. Entre em contato e alcance novos resultados.

Referência Bibliográfica:

1- As 8 instâncias de um Scrum Master (Brazilian-Portuguese Edition) disponibilizado: https://www.scrum.org/resources/8-instancias-de-um-scrum-master-brazilian-portuguese-edition;