Transformação Ágil: aperte o cinto o piloto surgiu! - Liga Ágil

Transformação Ágil: aperte o cinto o piloto surgiu!

Por: 1 de abril de 2021 4Min de leitura

Um avião para poder decolar basicamente precisa fazer com que a pressão debaixo da asa fique maior que o peso da aeronave. Para conseguir isso é necessário que ele vá gradualmente aumentando sua velocidade à medida que percorre a pista, onde quanto mais rápido ele estiver, em conjunto com a configuração da asa e as condições do aeroporto, maior será a força chamada sustentação. Quando a sustentação é maior que o peso da aeronave ela tem condições de decolar e ganhar altitude e chegar em voo de cruzeiro e manter-se na rota.

Quando uma organização opta para realizar a Transformação Ágil, ela precisa ter força suficiente para romper com a inércia das estruturas hierárquicas verticais e culturais dos departamentos e orientá-los na direção de criar respostas às necessidades dos clientes e inovar identificando novas oportunidades em relação a percepção de valor do cliente.

Quando uma organização opta para realizar a Transformação Ágil, ela precisa ter força suficiente para romper com a inércia das estruturas hierárquicas verticais e culturais dos departamentos e orientá-los na direção de criar respostas às necessidades dos clientes e inovar identificando novas oportunidades em relação a percepção de valor do cliente.

“Ah! Mas a organização que estou hoje já atende aos meus clientes!” Mas ela também tem a capacidade de se adaptar, em meio, a ambiente ambíguo e turbulento, aprendendo continuamente na busca da satisfação dos clientes, e remodelar a estratégia, a estrutura, os processos, pessoas e tecnologia para as oportunidades de criação e entrega de valor?

É aí que grandes desafios surgem, muitos experimentos não conseguem ter a força suficiente para alçar voo e organizações se perdem por serem eficientes em fazer a mesma coisa. Como resolver esse dilema?

 

 

A solução encontrada pela Liga Ágil para promover a Transformação Ágil de forma iterativa e incremental, sustentável com geração de valor foi através do Value Delivery Cycle. Concebido na forma circular é capaz de orientar a estratégia, às necessidades e expectativas dos clientes.

Está baseado não em um trilho rígido, mas em um modelo capaz de entender, aprender, ativar o sucesso em cada etapa, apoiado por diversas disciplinas. Quer conhecer mais? Acesse site da Liga Ágil na área de conteúdo e descubra ainda mais sobre essas e outras soluções disponíveis.

O objetivo é habilitar as pessoas e empresas por meio de consultoria estratégica, ferramentas, treinamentos e alocação de profissionais especializados que possam atuar como propulsores da transformação.

Aperte o cinto o piloto surgiu! Preparado?