Melhores Práticas para Transformação Empresarial – Liga Ágil

Melhores Práticas para Transformação Empresarial

Por: 24 de novembro de 2023 5Min de leitura

Para se manter à frente da concorrência no mundo dos negócios em constante mudança de hoje, é preciso desenvolver e implementar novas estratégias, seguindo as melhores práticas de transformação dos negócios.

 

Esse processo, além de envolver diversas áreas da empresa, contribui para que no mercado que está em constante evolução, tenha a capacidade de se adaptar e transformar para o sucesso sustentável. 

 

Portanto, isso vai requerer planejamento, execução, ferramentas certas e aprendizado contínuo para as pessoas envolvidas.

 

Entendendo a transformação de negócios

Basicamente, a transformação de negócios, refere-se à revisão estratégica e abrangente dos processos, sistemas e cultura de uma organização para alcançar crescimento e competitividade de longo prazo. Ou seja, trata-se de redefinir a forma como a empresa opera, alinhando-a com as tendências do setor e as expectativas para maior geração de valor para clientes.

Necessidade dessa mudança 

Por que as empresas embarcam em jornadas transformacionais? A necessidade de transformação de negócios surge de vários fatores. Por exemplo, mudanças na dinâmica do mercado, tecnologias disruptivas, ações de concorrentes ou mudanças no comportamento do consumidor. Ao se adaptar, as empresas podem ficar à frente da curva, permanecer relevantes e gerar novas oportunidades de crescimento.

Melhores práticas para ação

O primeiro passo para implementar a transformação do negócio é definir a visão e a estratégia. Ou seja, envolve identificar os principais impulsionadores da mudança, o estado futuro desejado e os benefícios tangíveis ou intangíveis. 

 

Assim, vai precisar comunicar todas as ações de forma clara a todos os envolvidos direta ou indiretamente para garantir a sua adesão e apoio. Em outras palavras, ter plano de alto nível que descreve as etapas, marcos para todo período de transição. Entretanto, lembre-se que deve ser flexível e adaptável às mudanças no ambiente de negócios. 

 

O segundo passo é engajar todos os envolvidos (pessoas, clientes, fornecedores e parceiros) durante todo o processo. Ao envolvê-los vai conseguir criar uma rede de apoio para a transformação e garantir que suas necessidades e preocupações sejam atendidas. 

 

O terceiro passo é gerenciar a mudança de forma eficaz. Isso envolve identificar as pessoas, os processos, tecnologia ou tudo mais que precisa mudar e desenvolver para elaborar o plano para gerenciar a mudança. Isso inclui comunicar as mudanças, fornecer treinamento e suporte e gerenciar a resistência à mudança. 

 

Por último, a quarta etapa é monitorar o progresso regularmente para conseguir acompanhar indicadores-chave de desempenho (KPIs), avaliar o impacto da transformação no negócio e fazer ajustes conforme necessidade.

 

Melhores práticas em um só lugar

A transformação dos negócios é um desafio complexo e dinâmico, que exige o uso de diversas ferramentas e competências para ser bem-sucedida. Há no mercado diversas ferramentas disponíveis para ajudar as empresas a implementarem transformações de negócios eficazes. Entretanto, todas acabam sendo específicas para um dos aspectos da empresa, não permitindo ter uma visão sistêmica. 

 

Por isso, essas ferramentas, por si só, não garantem o sucesso da transformação. É preciso integrá-las em um modelo capaz de conectar todo o potencial das ferramentas e competências disponíveis para, de fato, criar uma empresa que seja capaz de gerar resultados, de se reinventar, adaptar e gerar novos valores. 

 

Esse modelo é o VDC – Value Delivery Cycle, que consiste em um ciclo contínuo que permite as empresas respondam rapidamente às necessidades de seus clientes e às novas oportunidades que o mercado traz, criando valor de forma ágil e sustentável.

 

Para se tornar uma empresa ágil e inovadora, a base do VDC – Value Delivery Cycle segue quatro princípios fundamentais: direcionar-se ao propósito, aprender continuamente, promover entrega contínua e ter DNA para inovação. 

 

Saiba como implementar esse modelo VDC – Value Delivery Cycle.

Baixe agora e torne-se o agente da mudança evolucionária da sua empresa!