ESG: estratégia para as empresas do futuro – Liga Ágil

ESG: estratégia para as empresas do futuro

Por: 3 de maio de 2022 4Min de leitura

Primeiramente a sigla ESG refere-se ao termo em inglês Environmental, Social and Governance. Portanto em português traduz-se ASG, referindo-se à Ambiental, Social e Governança. Os clientes compreenderam que a marca de uma empresa vai além da sua representação gráfica e dos produtos e serviços que fornecem. Logo, começaram a exigir que as empresas tenham ações coerentes nesses 03 aspectos.

Segundo matéria publicada na Forbes em 08 de junho de 2021, explica como o termo ESG surgiu: “ O termo foi cunhado pela primeira vez no documento Who Cares Wins, do Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas), específico para o mercado financeiro.”

Além disso, devido ao crescente desafio da sustentabilidade global, fez também com que esse conceito se expandisse e se tornasse a pauta principal em diversas organizações. Ele traz os seguintes fatores:

  1. Ambientais: formas de uso dos recursos naturais, energia, resíduos, poluição;
  2. Sociais: relações trabalhistas, diversidade, segurança e saúde do trabalhador; projetos sociais;
  3. Governança: ética, compliance e transparência.

 

Ações ESG na Estratégia

Nesse cenário de rápidas mudanças, as empresas precisam responder rapidamente e se adequarem, dentro de uma estratégia clara. Pois na realidade o mercado não espera ações simplesmente para cumprir um “requisito”. Espera-se ações que tenham impacto em cada um dos fatores ligados à ESG. E que sejam incorporadas na identidade da empresa como seus princípios e valores.

 

Veja também: A contribuição da diversidade para a agilidade

 

Nesse sentido, não só organizações já estabelecidas precisam se adequar, mas também as startups que são criadas já trazem esse perfil.

A ESG serve como métrica ou indicador o quanto a organização está comprometida não só nos resultados financeiros. Em outras palavras, demonstra que reconhece sua necessidade e o valor das ações diante dos impactos ambientais, sociais e nas práticas de governança.

Por isso que investidores e executivos estão levando em consideração para suas opções, não somente o potencial de lucratividade, mas o quão consciente e nos valores estão incorporadas ações de sustentabilidade.

 

Transformação Sustentável

A Liga Ágil reuniu as melhores práticas de Business Agility com as ferramentas de estratégia da Strategy Tools para oferecer modelo completo para habilitar as organizações na jornada de transformação de fim a fim:

  1. Consultoria Estratégica: avaliar, desenhar, melhorar e implementar ações para aumentar a maturidade da área de estratégia;
  2. Transformação Digital: envolvendo tecnologia, cultura e Business Agility;
  3. Transformação Ágil: Gestão de Mudança; Stable Teams; Business Agility e RH Ágil.

Frequentemente busca-se um “pacote de soluções” para se aplicar na organização e fazer todas as mudanças necessárias. No entanto, cada cenário possui seus desafios, onde os resultados e estratégias são completamente diferentes.

Por isso, além de contar com especialistas ágeis, a Liga Ágil reúne profissionais capazes de habilitar desde a liderança até os times para construir a tão almejada empresa do futuro: consciente com seu papel na sociedade, meio ambiente e com práticas de governanças transparentes.